Chapada Diamantina: Um destino para os amantes da natureza

Ao longo de mais de 38 mil km² de vegetação preservada, cachoeiras, trilhas e grutas, a região de serras localizada no Centro da Bahia, mais conhecida como Chapada Diamantina, mistura-se com uma excelente infraestrutura para receber visitantes de todas as partes do mundo.

Afinal, não são poucas pessoas que vão até o local todos os anos para ter um contato maior com a natureza, algo que realmente não falta por lá.

Somente ao subir no alto do Morro do Pai Inácio e passar um tempo contemplando o espetáculo do pôr do sol já é o suficiente para descobrir os encantos da região.

Composta por 24 cidades, a Chapada Diamantina oferece diversas opções de lazer para os turistas, agradando tanto aquelas pessoas mais aventureiras quanto aquelas que gostam de relaxar com passeios mais tranquilos.

Todas as atrações, é claro, fazem com que essa região seja considerada um dos melhores destinos turísticos do Brasil.

Dentre todos os municípios que compõem a Chapada Diamantina, Lençóis é um dos principais, justamente pelo fato de ser o local onde está o único aeroporto da região, bem como grande parte da infraestrutura para o turismo. De qualquer forma, cidades como Ibicoara, Igatu, Vale do Capão e Mucugê também se destacam quando o assunto é recepcionar os visitantes.

No entanto, o que será que tem para fazer na Chapada Diamantina?

Quais são as melhores opções para quem está pensando em fazer a próxima viagem para lá? Se você tem essas dúvidas não precisa se preocupar. Basta continuar lendo este conteúdo para conhecer ainda mais essa região tão famosa. Vamos lá?

O que fazer na Chapada Diamantina?

Em linhas gerais, vale ressaltar que os principais pontos turísticos da Chapada Diamantina estão relacionados ao ecoturismo.

Sendo assim, você deve ir preparado para apreciar o máximo de cenários naturais que conseguir.

Para se ter uma ideia, existem mais de 350 cachoeiras catalogadas na região – uma quantidade enorme, não é mesmo?

É claro que visitar todas e conhecer tudo o que Chapada Diamantina oferece em somente uma viagem é praticamente impossível, por isso é importante saber quais são os principais locais que você não pode deixar de ir quando for até lá.

Pensando nisso, confira algumas dicas logo a seguir:

Tome banhos de cachoeira

Como existem muitas cachoeiras na região da Chapada Diamantina, você simplesmente não pode deixar de visitar pelo menos uma delas e tomar um banho relaxante a fim de revigorar as energias.

Nesse sentido, as mais famosas são a Cachoeira da Fumaça, a Cachoeira do Buracão, a Cachoeira do Sossego, a Cachoeira do Mosquito e a Cachoeira do Pai Inácio.

Quem gosta de mais aventura e deseja fazer uma trilha antes de chegar ao destino final, as recomendações são: Cachoeira da Fumaça por Baixo, Cachoeira dos Funis, Cachoeira do Mixila, Cachoeira da Fumacinha, entre outras.

O importante mesmo é que em todas elas é possível mergulhar e curtir cada momento nas pequenas porções de paraíso presentes ao longo da região.

Veja o pôr do sol no alto do Pai Inácio

Depois de tomar seu banho relaxante em umas das cachoeiras, uma dica para apreciar da melhor forma possível o final da tarde é ir até o alto do Morro do Pai Inácio.

Por mais que o local seja belíssimo o dia todo, é durante o entardecer que tudo fica ainda mais espetacular.

Quando o sol começa a ser por, a cada minuto é possível ver a transformação da luz mudar toda a paisagem do alto da Chapada Diamantina.

A subir até lá, apenas não se esqueça de procurar também o coração de pedra tão famoso e tirar uma foto para guardar de recordação.

Faça trilhas

Independente se você for ou não fã de aventura, simplesmente não tem como ir até Chapada Diamantina e não fazer pelo menos uma trilha – essa é uma das atividades mais comuns da região.

A boa notícia é que existem opções para todos os tipos de pessoas, com diferentes graus de dificuldade e distâncias. Ou seja, mesmo quem não tem um bom preparo físico ou não gosta de andar muito pode sentir facilmente a sensação de estar tão perto da natureza.

Isso sem contar que o resultado final, por ser quase sempre uma cachoeira, é realmente compensador.

Já imaginou mergulhar em uma água refrescante depois de ter andado durante um tempo?

Realmente não tem coisa melhor.

Para os iniciantes, o recomendável é fazer trilhas mais fáceis e curtas, como as do Parque da Muritiba, Ribeirão do Meio, Poço do Diabo e Cachoeira do Mosquito. Por outro lado, os mais preparados podem encarar as trilhas para a Cachoeira do Buracão, a Cachoeira da Fumaça e a Cachoeira do Sossego.

Visite os poços e as grutas

Chapada-Diamantina

A Chapada Diamantina também oferece aos visitantes uma experiência incrível de mergulhar em poços de água cristalina, como é o caso do Poço Encantado e do Poço Azul.

Em ambos, por exemplo, é possível ver o fenômeno da luz do sol que ao entrar pelas frestas das grutas atinge a água e forma um maravilhoso facho de luz. Essa cena com toda a certeza é um dos principais cartões postais de toda a região.

Além dos poços, outros locais para visitar são as grutas, como a Gruta Azul e a Gruta da Pratinha, ambas localizadas na mesma fazenda.

Falando especificamente sobre a Gruta Azul, lá os turistas podem apenas observar o local. Por sua vez, na Gruta da Pratinha é permitida a flutuação dentro da gruta, algo realmente sensacional.

Conseguiu perceber a variedade de opções para aproveitar a sua viagem para Chapada Diamantina?

Todas, é claro, diretamente ligadas ao ecoturismo como já era de se esperar, principalmente levando em consideração a quantidade de natureza presente na região.

Depois dessa lista de atrações a sua vontade de ir até Chapada Diamantina aumentou ainda mais?

Então já comece agora mesmo a montar o roteiro da sua viagem levando em consideração os principais lugares que deseja conhecer em sua primeira visita para esse lugar encantador.