Descubra o que fazer em Pirenópolis

No meio de casarões coloniais do século XVIII dificilmente você não se sentirá em outra época quando andar por Pirenópolis, ainda mais ao passar pelas ruas de pedra do local.

Entretanto, esse é apenas um dos grandes charmes dessa cidade histórica localizada em Goiás.

Sendo assim, se você tinha dúvidas sobre o que fazer em Pirenópolis, não precisa mais se preocupar.

Isso porque o local oferece vários atrativos para os turistas e realmente surpreende com suas belíssimas paisagens naturais e cachoeiras.

O Rio das Almas e aquele clima de interior são duas coisas que realmente chamam a atenção de quem passa por lá.

Além disso, simplesmente não tem como não reservar um dia para conhecer o belíssimo Centro Histórico de Pirenópolis e os seus monumentos, como é o caso da Igreja Nossa Senhora do Bonfim, da Igreja Matriz, da ponte de madeira que passa no Rio das Almas, entre vários outros.

Se você deseja ter um pouco de tranquilidade e relaxar esse é um dos melhores destinos para a sua próxima viagem.

Sabe aquele clima acelerado das grandes cidades?

Então, ele fica totalmente longe do município goiano.

Por lá é tudo mais calmo e com certeza você logo se acostumará com esse ritmo um pouco diferente.

Apesar disso, Pirenópolis possui uma excelente infraestrutura para receber os visitantes, ainda mais por ficar localizada somente a 130 km de Goiânia e 150 km de Brasília.

Dessa forma, você consegue encontrar bons lugares para ficar hospedado, bem como aproveitar a comida típica da região em ótimos restaurantes, como é o caso do Tempero do Rosário, da Fazenda da Babilônia e da Venda do Bento.

Levando tudo isso em consideração, é impossível não se apaixonar por essa cidade.

Ficou ainda mais interessado em fazer a sua próxima viagem para lá?

Então continue acompanhando este conteúdo e descubra o que fazer em Pirenópolis, quando visitar e onde ficar hospedado.

Tenha uma boa leitura.

O que fazer em Pirenópolis?

Para conseguir curtir ao máximo a sua viagem, reserve alguns dias para ficar em Pirenópolis.

Por mais que seja possível fazer um bate e volta, o ideal para aproveitar tudo o que o local tem a oferecer é ficando pelos menos uns três ou quatro dias por lá.

Inclusive, independente do tempo que ficar é bastante provável que queira voltar em breve.

Portanto, não tenha pressa e curta cada momento.

Mas, então, o que fazer em Pirenópolis?

É exatamente isso que você irá conferir logo abaixo.

Acompanhe tudo com bastante atenção e já comece a montar o roteiro da sua viagem agora mesmo!

Conheça o Centro Histórico de Pirenópolis

O que Fazer em Pirenopólis

Igreja Matriz de Pirenópolis

Conforme já mencionado antes, o Centro Histórico de Pirenópolis é uma das principais atrações do município goiano.

Logo ao entrar na cidade, você já conseguirá perceber o quão encantadora ela é apenas se deparando com os casarões coloniais que estão ao redor das ruas de pedra.

É realmente aquele cenário típico de filmes, com aquelas grandes portas e janelas de madeira e construções de várias cores diferentes.

No momento em que estiver caminhando por lá, comece vendo a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, e depois continue o passeio pelas ruas próximas, vendo os prédios históricos do Theatro de Pirenópolis, da antiga Casa de Câmara e Cadeia – que hoje é o Museu do Divino –  e do Cine Pireneus.

Ir até a Igreja e Museu de Arte Sacra Nossa Senhora do Carmo e conhecer a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim também pode fazer parte do passeio.

Independente da sua religião, fique sabendo que é uma parte importante da história da cidade.

Durante a caminhada não se esqueça de tirar belíssimas fotos.

Visite os museus

Ainda falando sobre a parte histórica, se você realmente gosta disso e quer entender um pouco mais sobre a história de Pirenópolis e o passado do estado de Goiás, visite também alguns museus presentes no local.

Algumas opções são: Museu Rodas do Tempo, Museu do Divino e Museu das Cavalhadas.

Além desses, há o Museu da Arte Sacra que já foi mencionado antes e que fica localizado dentro da Igreja de Nossa Senhora do Carmo.

Vá até cachoeiras de Pirenópolis

Já deu para perceber que não falta o que fazer em Pirenópolis, não é mesmo?

Então, depois de ter caminhado pelo centro histórico da cidade, seja no mesmo dia ou não – isso dependerá diretamente do seu tempo de viagem – vá até as famosas cachoeiras do local e tome um banho relaxante de água doce em meio a natureza.

O melhor de tudo é que existem várias opções para escolher.

Para se ter uma ideia, há mais de 80 cachoeiras em Pirenópolis e muitas delas oferecem uma ótima infraestrutura para os turistas, e podem ser acessadas com bastante facilidade.

Dessa forma, é um passeio que dá para curtir com toda a família.

As melhores são: Cachoeira Santa Maria, Cachoeira do Rosário, Cachoeira do Abade e Cachoeira do Lázaro.

No entanto, se você gosta de aventura e quer fazer uma trilha, então fique sabendo que também existem opções de cachoeira (Cachoeiras Bonsucesso e Cachoeira dos Dragões) nesse caso, não precisa se preocupar.

Quando ir?

Agora que você já sabe o que fazer em Pirenópolis, é importante entender que é possível visitar essa cidade praticamente durante o ano todo.

Porém, um fator muito importante pode mudar a sua experiência com a cidade: o clima.

Nesse sentido, você precisa ter em mente que existem duas estações muito bem definidas no local, uma seca e outra chuvosa.

Dessa forma, tudo dependerá das suas preferências.

Se quer fugir das chuvas, então os meses mais indicados para fazer a viagem são de maio a setembro.

Por sua vez, a estação chuvosa tem o seu auge no verão, entre novembro e fevereiro.

Então, caso a chuva não atrapalhe o seu passeio, pode viajar nesses meses sem nenhum problema.

Pousadas e hotéis

Da mesma forma, quando o assunto é hospedagem tudo dependerá daquilo que você preferir.

Como já citado, a cidade de Pirenópolis oferece uma excelente infraestrutura aos visitantes e várias opções de hotéis e pousadas, para todos os gostos e bolsos.

Entretanto, você precisa estar atento à localização na hora de fazer essa escolha, certo?

Apesar do local não ser tão grande, pensar nisso faz toda a diferença.

Por exemplo, para quem deseja ficar perto do agito, das lojas e dos restaurantes, o recomendável é se hospedar na região do Centro Histórico.

As opções são:

  • Café e Cultura,
  • Pousada Zoe,
  • Pousada Pouso do Sô Vigario,
  • Pouso da Lapa,
  • Pouso 22,
  • Pousada Villa Bia,
  • Pousada Vila Velha e
  • Pousada Casa Grande.

Por sua vez, se o seu desejo é ficar em um lugar mais tranquilo, as melhores hospedagens são:

  • Pousada do Irlandês,
  • Pousada Cavaleiro dos Pireneus,
  • Pousada Pollyana,
  • Pousada Fênix,
  • Pousada Do Lado de Lá,
  • Pousada La Luna dos Pireneus,
  • Pousada Templários,
  • Pousada dos Pireneus e
  • Pousada Flores do Cerrado.

Com todas essas dicas sobre o que fazer em Pirenópolis, quando ir e onde ficar hospedado com certeza ficará muito mais fácil de montar o seu roteiro de viagem, não é mesmo?

Se precisar de mais alguma ajuda, é só entrar em contato ou deixar nos comentários!